dom. nov 27th, 2022

O avanço da internet tem comprovado a importância da esfera digital como um todo, para pessoas físicas mas especialmente para as empresas. O blog corporativo é um dos pontos de destaque dentro desse universo de possibilidades.

De fato, uma ou duas décadas atrás digitalizar uma marca equivalia a não muito mais do que desenvolver um website próprio e pagar por um domínio para mantê-lo em funcionamento, como se fosse um cartão de visitas online.

Contudo, nos últimos anos surgiram várias plataformas que deixaram claro que essa digitalização vai muito além. Os blogs, os motores de busca e as redes sociais são apenas alguns exemplos disso.

Com isso começou a ficar claro que uma empresa de instalação de para raios em casas não consegue digitalizar sua marca e estabelecer uma presença propriamente online somente com um website, mas sim abraçando outras plataformas junto.

Por exemplo, hoje quando uma pessoa vai procurar ou cotar serviços nessa área de instalação de para raios, ou em qualquer outro segmento, qual a primeira coisa que ela faz? Realmente, não é escrever o domínio de um site na barra de endereços.

Até porque, poucas pessoas conhecem de antemão o nome da marca que desejam contratar. Às vezes elas não conhecem nem sequer o tipo de serviço de que precisam, sendo que ainda precisarão ser educadas a respeito dele.

Portanto, a conduta mais provável é que esse cliente em potencial abra um motor de busca como o Google, o Bing ou o Yahoo, e escreva ali uma palavra-chave que expressa sua demanda, seja de modo direito ou de modo indireto.

Outra possibilidade é que essa pessoa esteja circulando em alguma rede social e simplesmente veja um anúncio de uma solução que promete trazer facilidades para o seu dia a dia, o que a faz clicar e ir para o site da empresa anunciante.

Em todo caso, perceba que esse cliente não foi direto ao site. Daí que uma empresa de sacolas personalizadas para loja, por exemplo, já não possa se limitar a ter um website e ficar apenas esperando que as pessoas apareçam lá por milagre.

No fundo, o site próprio funciona mais ou menos como uma loja física, em que seus donos precisavam fazer vários anúncios até que as pessoas soubessem que aquela loja existia e pudessem ir até lá presencialmente. Mas, hoje há algumas diferenças.

A primeira diferença do marketing digital é justamente que ele permite estabelecer um vínculo muito mais sólido com a clientela. 

A começar pelo blog corporativo, que é a estratégia que estamos aprofundando aqui, e que é um ótimo começo.

Neste sentido, o primeiro grande passo que uma marca pode dar para além do site é um blog, até pela facilidade que ele representa e pelo seu custo-benefício incrível. Depois, é possível ir abrindo outras frentes aos poucos.

Além disso, o blog corporativo também é um dos recursos mais completos no sentido em que falamos, de estabelecer um vínculo com o seu público-alvo. Ele permite que você estude esse público e faça várias ações focando especificamente nele.

Se a empresa trabalha com cozinha planejada pequena, ela pode começar pesquisando vinte ou trinta palavras-chave que realmente atraiam seus clientes em potencial, e então criar um artigo para cada uma delas.

Isso vai atrair tanto aqueles que já sabem perfeitamente o que querem, quanto os demais que mencionamos acima, que são pessoas que têm uma noção de que necessitam de algo, mas ainda não sabem o que exatamente.

Além desse efeito pedagógico sobre os clientes, o blog também é essencial para que um website se posicione nos próprios motores de busca. 

Embora exista o recurso de fazer anúncios ali, crescer de modo orgânico com artigos é fundamental.

Sobretudo, se a marca já é mais madura e preza não apenas pelo curto prazo e pelas vendas de impacto, mas também pelo médio e longo prazo, ou seja, se a marca entende que é preciso crescer de modo sólido e sustentável.

Por isso, é que se tornou tão importante e até indispensável tratar em detalhes sobre o que exatamente é um blog corporativo, lembrando que ele atende desde empresas que vendem lona circo até indústrias que fabricam itens nichados.

Além disso, também vamos listar abaixo os 3 melhores motivos que você tem para criar e gerir o seu próprio blog. 

O que inclui mostrar o passo a passo de como utilizar essa ferramenta a seu favor, para que tudo realmente dê certo e traga bons resultados.

O que é e como utilizar?

Antes de enumerar as vantagens e benefícios do blog corporativo, vale lembrar que essa ferramenta de trabalho não surgiu à toa ou de qualquer jeito.

Ela representa um dos principais avanços pelos quais a web passou. Lembrando que lá nos anos de 1990 vivia-se o que era chamado de Internet 1.0, que era o começo de tudo, em que só havia sites estáticos e troca de e-mails.

Neste sentido, uma empresa de bateria estacionária de gel podia criar um site apenas como se fosse um cartão de visitas ou um portfólio digital. Só que depois veio aquilo que ficou conhecido como Internet 2.0, dando um salto incrível.

Com ela é que surgiu, precisamente, a possibilidade dos blogs, como um site que, em vez de ser estático, abriu uma dinâmica bem maior, no sentido de permitir coisas como:

  • Postagens novas todo dia;
  • Inscrição para receber newsletters;
  • Espaço para o leitor comentar;
  • Botões para ele fazer download;
  • Ferramenta para ele compartilhar;
  • Banners laterais com anúncio;
  • Página de captura de leads.

Enfim, o blog se revelou como algo extremamente simples e, ao mesmo tempo, consideravelmente completo em termos de marketing e potencial comercial.

Neste sentido, utilizá-lo é algo que não requer muito esforço, dinheiro ou mesmo conhecimento. Basta ter um site ou domínio, depois instalar um CMS (Content Management System).

Sendo assim, um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, que permite criar textos, salvá-los como rascunho, agendar postagens, criar uma linha editorial, anexar multimídias, otimizar o artigo em termos de SEO e daí em diante.

Lembrando que há plataformas de CMS gratuitas, portanto, pode começar tudo isso de graça e conforme o projeto for evoluindo, pagar para ter mais opções.

1. O seu funil de vendas

Além das várias vantagens e benefícios que já ficaram implícitos até aqui, é preciso tratar diretamente da questão do funil de vendas e da jornada de compra.

De fato, uma das principais forças do blog é que ele ajuda a empresa a entender que hoje em dia é preciso trabalhar o público e a clientela em potencial não só na hora da compra, mas desde os estágios de pré-venda.

Assim, uma empresa de persiana painel para quarto vai conseguir não apenas captar mais leads e criar um banco incrível de possibilidades para o curto e longo prazo.

Porém, também fortalecer a sua marca. Isso permite atrair os clientes, bem como afastar a concorrência. 

Além de que ao amadurecer essa ideia você pode instalar outra ferramenta para trabalhar em conjunto com o seu CMS, que é o CRM (Customer Relationship Management), ou seja, a Gestão de Relacionamento com o Cliente. 

Assim, cada lead que for conquistado pelo blog vai pode ter uma gestão automatizada, que vai aumentar e muito a eficiência do seu funil de vendas, transformando leitores em clientes reais.

2. Marketing de conteúdo

Outro motivo inquestionável para criar seu blog corporativo é que ele coloca a empresa no circuito de uma das maiores estratégias atuais, que é a do marketing de conteúdo.

Ele é o grande responsável por muito do que falamos até aqui, por aproximar-se do que se chama inbound e prospecção passiva, em vez do outbound que é ativo.

Assim, uma marca de persiana para cozinha vai estabelecer uma relação duradoura com seu público. Primeiro, oferecendo em troca algo gratuito e de qualidade, para só depois falar sobre compra e venda, ou preços e prazos.

Lembrando que isso tem o benefício de atrair as novas gerações, que realmente já não gostam de marcas que falam apenas de si mesmas e só buscam vender mais e mais.

3. Os motores de busca

Por fim, falamos de passagem sobre otimização, mas também é preciso aprofundar nisso, trata-se do famoso recurso de SEO (Search Engine Optimization).

Isto é, a Otimização para Mecanismos de Busca, que consiste em você formatar os textos do blog de acordo com os parâmetros dos buscadores, para que suas páginas fiquem bem ranqueadas nas buscas.

Assim, quando o cliente em potencial pesquisa algo como regador pequeno, você aparece na primeira página, ou mesmo no topo, e isso melhora consideravelmente seus resultados.

Naturalmente, você pode pagar pelo Link Patrocinado para acelerar esse resultado, mas ir fazendo SEO e crescendo organicamente também é fundamental.

Considerações finais

Sendo assim, hoje em dia é fundamental explicar o que é um blog corporativo, provando como é possível usar essa ferramenta a favor do seu negócio.

Além disso, acima também listamos os 3 maiores motivos para ter um blog desse tipo, comprovando suas vantagens e seus benefícios.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.