sáb. maio 18th, 2024

Foi-se o tempo em que roupa feminina era de uso exclusivo das mulheres. Confira quais são os looks que, nos últimos tempos, também vêm sendo aproveitados pelos homens

Verdade seja dita: ainda hoje, a moda é uma das formas de expressão mais presentes em nossa sociedade. Ao longo da história, diferentes vestimentas foram utilizadas para transmitir estilo, personalidade, posicionamentos políticos, status social e muito mais. Hoje em dia, o movimento não é diferente e, para se destacar, as pessoas continuam apostando em trajes capazes de esbanjar autenticidade. 

Assim, algumas ideias do passado começaram a ficar para trás. Uma delas é a de que determinadas peças eram de uso exclusivo das mulheres. Esse é o caso das saias, dos vestidos, das mochilas básicas femininas e tantos outros elementos já famosos em nosso dia a dia.

Logo, podemos dizer que mais e mais pessoas estão apostando em um closet democrático, com itens que possam ser bem aproveitados independentemente de gêneros. 

Saiba maisBenefícios de ir ao trabalho de bicicleta

E aí, quer saber quais são esses itens? Neste post especial, te contamos tudo sobre o assunto. Acompanhe a leitura e fique por dentro agora mesmo!

O crescimento da moda sem gênero 

Basta olhar os desfiles ao redor do mundo ou, simplesmente, o próprio street style para notar: a moda sem gênero vem ganhando muita força nos últimos anos. 

Basicamente, o conceito diz respeito a uma maneira de utilizar inúmeras peças de roupas sem se importar se elas são exclusivas de um gênero específico. Logo, essa ideia começou a se tornar bastante popular entre os jovens, especialmente os da geração Z que tendem a ser bem progressistas em termos de igualdade.

E não se engane, viu? A princípio, pode até parecer que a moda sem gênero é uma “febre do momento”. Porém, muito além disso, essa proposta carrega uma grande importância, especialmente quando falamos sobre inclusão. 

Saiba maisHarmonizando o cotidiano: práticas de bem-estar na rotina

Afinal, a proposta permite que as pessoas se expressem livremente, descartando as normas impostas pela sociedade. Além disso, tal novidade pode ajudar a diminuir o preconceito de gênero, permitindo que as pessoas usem e abusem dos seus looks favoritos, sem serem julgadas por isso.

Como tudo começou

Quem vê a moda sem gênero hoje, pode até não imaginar, mas essa onda vem se destacando desde os anos 1980. Tudo começou, por exemplo, com o famoso movimento punk responsável, entre outras coisas, por disseminar a ideia de que os trajes não tinham gênero e qualquer pessoa poderia usá-los como bem quisesse.  

Já nos anos 1990, com o surgimento do grunge, esse pensamento voltou à tona. Naquele período, os indivíduos buscavam se vestir com roupas que carregassem um visual mais despojado e, igualmente, sem estar ligado ao universo masculino ou feminino. 

Atualmente, essa proposta continua firme e forte, seja entre os consumidores ou nas próprias marcas que estão apostando em coleções fluidas, destinadas aos mais variados públicos, com o objetivo de promover, acima de tudo, conforto e liberdade. 

Saiba maisQuais as melhores técnicas de desentupimento de tubulação?

As peças do dia a dia feminino no closet masculino

Primeiramente, foram as mulheres que passaram a usar roupas tipicamente masculinas. Calças de alfaiataria, camisas, gravatas e blazers estão nessa lista. De todo modo, os homens não ficaram para trás e, nos últimos anos, estão começando a investir na ideia de vestir trajes comuns nos closets femininos. 

Entre tantas opções, podemos destacar as saias longas e, até mesmo, os croppeds que são ótimos para garantir um look despojado e superurbano. Mas não acaba por aí. As bolsas e mochilas também estão conquistando o público masculino, principalmente por serem práticas e poderem ser bem aproveitadas no office ou em um passeio casual. 

Por fim, ainda temos as camisas de seda, conhecidas por apresentar uma textura suave e mais solta, detalhe responsável por torná-las peças elegantes e confortáveis. Vale experimentar!