qua. nov 30th, 2022

Conheça as melhores plantas para se cultivar em espaços fechados e os cuidados necessários

Existem diversas vantagens em ter plantas dentro de casa. Além de deixar o ambiente mais vivo, elas também são úteis para amenizar a temperatura do cômodo em questão, então é sempre bom colocar um pouco de natureza no seu lar. Porém quem mora em apartamento pode ficar um pouco receoso, especialmente porque são ambientes fechados e com luz solar limitada, o que pode prejudicar a saúde das plantas. A boa notícia é que existem alternativas ideais para esses casos.

Algumas espécies se adaptam melhor a ambientes fechados, então quem mora em apartamento deve priorizar esse tipo de planta. Além disso, os cuidados seguem sendo os mesmos, então é necessário dedicar um tempo para regar, adubar e podar cada uma delas, a fim de mantê-las sempre bonitas e saudáveis. Como elas não terão luz solar suficiente para se desenvolverem naturalmente, é importante investir em alguns nutrientes, que serão colocados em seus vasos para garantir seu desenvolvimento.

Dentre as principais opções, a Zamioculca é uma das mais indicadas para apartamentos, pois ela pode ser encontrada em diversos tamanhos e não precisa de muitos cuidados. Para manter uma Zamioculca saudável, só será necessário regá-la uma vez por semana e evitar contato direto com o sol. Para quem gosta de plantas mais extravagantes, a Palmeira Ráfia também é uma ótima opção, porém essa já exige ser regada com mais frequência.

Para decorações mais minimalistas, a Lança de São Jorge é uma opção pequena e compacta, se encaixando bem em diversos ambientes. Pode ser combinada com plantas mais coloridas, como um buquê de flores, por exemplo, e o melhor: é superfácil de cultivar, sendo necessário aguá-la apenas uma vez a cada duas semanas. Caso queira colocar algum tipo de flor específica para acompanhá-la na decoração, as violetas são a espécie mais indicada, mas lembre-se de regar de duas a três vezes por semana.

Já se tratando de plantas de porte médio, a Camedórea é uma espécie que não atinge alturas absurdas e também dispensa grandes cuidados, pois também deve ficar longe da luz solar; porém ela precisa de bastante água para sobreviver, sendo preciso regá-la quatro vezes por semana. Outra alternativa bastante versátil seria a Pleomele, uma das mais comuns de se encontrar em apartamentos, justamente pela sua capacidade de adaptação ao ambiente. Elas conseguem sobreviver a lugares com pouca luz, mas precisam ser regadas regularmente.

Agora, basta avaliar em quais cômodos as plantas serão distribuídas, para definir quais as melhores opções para seu lar!