ter. abr 16th, 2024
Nervous tensioned investors analyzing crisis stock market with charts on screen of their gadgets. Defaulted, crisis of exchange markets and funds. Overly concerned men and women with gadgets, papers.

De acordo com os avanços da sociedade em direção a uma era cada vez mais digital e automatizada, é inevitável que algumas profissões que antes eram pilares da economia e da cultura percam sua relevância. Desse modo, com o tempo existem profissões que deixarão de existir.

Nesse sentido, a convergência de inteligência artificial, automação, análise de dados e outras tecnologias disruptivas está remodelando as indústrias de maneiras profundas e, por vezes, desconcertantes.

A seguir, esse artigo explora detalhadamente, algumas das profissões que enfrentam uma ameaça real de obsolescência no futuro próximo. 

Ao fazer isso, reconhecemos tanto os desafios quanto às oportunidades que essas mudanças trazem. 

Saiba maisComo conseguir um empréstimo no aplicativo Caixa Tem: passo a passo

Nossa capacidade de nos adaptar e abraçar a mudança irá determinar como enfrentamos esse novo amanhecer das profissões em um mundo em constante transformação.

Profissões que deixarão de existir no futuro

Devido ao avanço tecnológico e a automação, o contexto profissional em todo o mundo, está sendo restabelecido.

Desse modo, ao passo que novas oportunidades de carreira surgem, existem diferentes profissões que deixarão de existir.

Saiba maisVerdades e mitos sobre o uso de uma VPN

A seguir, exploraremos algumas dessas profissões que provavelmente deixarão de existir no futuro próximo. Em empregos diario info, você confere mais informações.

Telefonista

Devido a ascensão da inteligência artificial e dos sistemas de atendimento automatizado, parou de existir a necessidade de telefonistas.

Desse modo, essa é uma das profissões que deixarão de existir, pois será substituída por chatbots e assistentes virtuais que atuam como intermediários nas comunicações telefônicas, fornecendo respostas precisas e soluções eficientes sem a necessidade de intervenção humana.

Repórter de jornal impresso

O jornal impresso tem passado por um declínio recorrente à medida que as notícias são cada vez mais consumidas online. 

Saiba maisMineração: explorando as vantagens, desvantagens e o papel das correias transportadoras na sustentabilidade

Dessa forma, a profissão de repórter de jornal impresso está dando lugar a jornalistas que se adaptam ao ambiente digital, produzindo conteúdo multimídia para plataformas online.

Digitador

A digitalização recorrente de processos na grande parte das esferas da sociedade está reduzindo gradualmente a demanda por digitadores. 

Desse modo, á medida que os sistemas de reconhecimento de voz e de escrita automática se tornam mais sofisticados, a entrada manual de dados está se tornando uma tarefa ultrapassada. Por isso, a profissão de digitador está entre as profissões que deixarão de existir.

Carteiro

A era digital mudou a forma como nos comunicamos, tornando a entrega física de cartas e correspondências uma prática cada vez menos recorrente e necessária.

Nesse sentido, o papel do carteiro está sendo substituído por comunicações eletrônicas, e-mails, redes sociais e mensagens instantâneas. Por isso, o carteiro se enquadra como uma das profissões que deixarão de existir.

Operador de caixa

O operador de caixa é essencial atualmente, para receber pagamentos e computar as compras realizadas pelos clientes.

No entanto, com a popularização dos pagamentos digitais, desde cartões de crédito até sistemas de pagamento via smartphones, as atividades do operador de caixa estão sendo substituídas por soluções de checkout automatizado em lojas físicas e plataformas de e-commerce.

Repositor de supermercado

A automação está se infiltrando rapidamente no setor de varejo, e os supermercados estão adotando tecnologias como estantes robóticas e sistemas automatizados de estoque. 

Desse modo, isso minimiza a necessidade de reposição manual de produtos nas prateleiras, visto que existem ferramentas que otimizam esse processo manual e podem ser operadas por menos pessoas.

Operário de linha de montagem

A indústria manufatureira está passando por uma revolução com a automação industrial. Dessa forma, robôs e máquinas controladas por computador estão assumindo atividades que antes eram feitas por operários em linhas de montagem, resultando em maior eficiência e precisão.

Motorista de caminhão

A condução autônoma está avançando a passos largos, e a profissão de motorista de caminhão enfrenta a perspectiva de desaparecer. 

Desse modo, as empresas de tecnologia e fabricantes de veículos estão investindo em caminhões autônomos, o que pode revolucionar o transporte de cargas.

Recepcionista de escritório

Devido a chegada de sistemas de agendamento online e quiosques de autoatendimento em companhias e consultórios, a função de recepcionista está se tornando menos essencial. 

Dessa forma, a interação humana está sendo substituída por soluções tecnológicas mais eficientes.

Além disso, atualmente, existe a função freelancer de secretária, onde é possível contratar um profissional sem vínculo empregatício que realiza atividades administrativas.

Aliada a isso, existem as novas ferramentas tecnológicas, que isentam a necessidade de uma pessoa recebendo e orientando os clientes de escritórios.

Caixa bancário

Devido ao crescimento dos serviços bancários online e aplicativos de finanças pessoais, a necessidade de interação física em agências bancárias está sendo reduzida. 

Além disso, as transações financeiras estão se tornando digitais e móveis, tornando a função do caixa bancário cada vez menos relevante.

Desse modo, atividades que antes eram feitas presencialmente em um banco, com tempo de espera, filas e burocracias, atualmente, podem ser feitas em minutos, por meio de um aplicativo bancário.

Ademais, até mesmo os bancos mais tradicionais estão entrando nessa era tecnológica e facilitando os processos bancários.