dom. nov 27th, 2022
Veja quais cuidados ter com o carro antes de pegar estrada

Série de medidas ajuda a proporcionar segurança e economia para o motorista.

Preservar o bom estado do veículo é algo fundamental para garantir que o motorista possa conduzi-lo com tranquilidade, chances reduzidas de acidente e economia. E isso se torna ainda mais importante antes de uma viagem.

Se você acabou de comprar um carro seminovo e está pensando em viajar, saiba que é fundamental verificar o bom estado do veículo. Este artigo cita alguns dos principais cuidados que o motorista precisa ter para garantir uma viagem segura.

Por que fazer a revisão antes de viajar?

Na hora de viajar de carro, muitas pessoas perguntam se você já planejou a revisão do seu veículo. Essa etapa é fundamental na preparação da viagem, já que ela irá garantir a segurança no trânsito — tanto sua quanto dos demais.

Apesar de ser o motivo mais importante para realizar esse procedimento, a segurança não é o único fator que torna a revisão obrigatória. Outro importante é a economia, uma vez que a checagem do bom funcionamento das partes do veículo evita quebras e previne gastos ainda maiores, além de garantir que o automóvel fique disponível para o passeio, sem o risco de ficar na oficina por dias.

Por isso, procure fazer a revisão de forma regular. Geralmente, ela deve acontecer a cada seis meses ou 10 mil quilômetros rodados. Mesmo que você ande pouco com o carro, não deixe de fazer a revisão, pois existem peças que se desgastam com ele parado.

Assim, a revisão precisa ser completa e verificar diferentes partes do carro: calibragem de pneus, alinhamento e balanceamento (caso seja necessário), verificação do estepe e freios, além do bom estado dos cintos de segurança, suspensão e iluminação.

Muitos motoristas esquecem, mas também é importante verificar o nível do óleo no motor. Ele também precisa ser trocado, em média, a cada 10 mil quilômetros rodados. Aproveite para ficar de olho no nível da água. O sistema de direção também precisa de atenção, já que uma simples folga no volante pode estragar o passeio e causar acidentes.

Outro ponto a que você deve ficar de olho é em relação a possíveis vazamentos. Os líquidos de óleo costumam ser marrons, enquanto os de arrefecimento são rosa. Se perceber manchas, avise o mecânico para que ele verifique o veículo e conserte eventuais furos.

Documentação

Além dos cuidados em relação à conservação do veículo e do bom funcionamento de suas partes, o proprietário também precisa estar atento à documentação. Ele precisa checar se o licenciamento do veículo não está vencido, assim como o prazo de validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Essa checagem significa economia para o bolso. Dirigir sem CNH ou com um documento vencido pode resultar em multa de R$ 88,38, além de três pontos na carteira. Se ela estiver vencida há mais de 30 dias, o valor passa a R$ 293,47 e a perda de pontos será de 7 — a mesma punição caso o veículo não esteja licenciado.

Bagagem

Em relação à bagagem, o motorista precisa analisar duas questões principais. Uma delas é em relação à disposição delas no bagageiro, já que ela não deve obstruir a visão do motorista. Assim, não coloque-as até o teto, de forma a impedir verificar a traseira do carro por meio do espelho central.

Procure acomodá-la de forma proporcional no porta-mala. Também é importante lembrar que o consumo de combustível do veículo aumenta, em média, a cada 40 kg acrescentados no carro. Assim, evite levar peso desnecessário.

Películas

Viagens longas em baixo de sol forte podem ser um grande incômodo ao motorista e passageiros. Para evitar que o seu corpo entre em contato com raios ultravioletas (UV), você pode utilizar películas automotivas que estejam dentro da lei. Além de não atrapalhar a sua visão, elas ajudam a baixar a temperatura interna do veículo, tornando a viagem mais confortável.