seg. nov 28th, 2022

A sustentabilidade se tornou um paradigma do desenvolvimento desde que a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável surgiu, em setembro de 2015.

Trata-se de um compromisso adotado pelos países membros da ONU (Organização das Nações Unidas), que tem como objetivo proteger o planeta, promover a sustentabilidade e a igualdade entre as pessoas.

Nela estão descritos os 17 Objetivos de Desenvolvimento, que visam equilibrar vários pontos do desenvolvimento, de modo a erradicar a pobreza, prover o crescimento econômico e combater as mudanças climáticas.

A criação dessa agenda fez com que a sustentabilidade se tornasse fundamental entre as ações governamentais, empresariais e da sociedade em geral. Ao mesmo tempo que é uma necessidade, ser sustentável é também uma obrigação nos dias de hoje.

O objetivo de ações pensadas e responsáveis é garantir todos os insumos necessários para as próximas gerações, sem prejudicar as gerações presentes.

O planeta tem seu limite e a humanidade precisa respeitá-lo para continuar vivendo e certificar-se da sobrevivência das demais espécies. Por ser um assunto cada vez mais em pauta, é fundamental conhecê-lo.

Neste artigo, vamos explicar o conceito de sustentabilidade, falar sobre seu funcionamento e explicar o tripé dessa ideia. Confira!

Conceito de sustentabilidade

Antes de explicar o significado de sustentabilidade, é necessário entender que se trata de um conceito complexo e transdisciplinar, por essa razão, pode ser abordado de várias maneiras.

Tudo depende do contexto em que é utilizado e de que maneira o pensamento se propõe a interpretá-lo. Mas, de modo geral, a sustentabilidade possui alguns sinônimos que explicam bem seu conceito. São eles:

  • Suster;
  • Suportar;
  • Conservar;
  • Manter;
  • Resistir.

Quando dizemos que uma empresa de aquecedor a gás instalação é sustentável, estamos afirmando que ela é capaz de fazer a sustentação de um sistema.

A palavra sustentável veio do latim “sustentare”, que pode ser interpretado como a capacidade de conservar algo em bom estado.

Analisando por esse lado, fica claro que existe um caráter intertemporal desse conceito, e que dentro de um sistema significa a possibilidade de manter atributos conservados ao longo do tempo, mesmo que existam interferências.

O desenvolvimento sustentável, por sua vez, é a capacidade de atender às necessidades do presente sem comprometer as necessidades do futuro e de suas gerações.

Com base nisso, fica claro que para ser sustentável é necessário haver limites, reconhecendo que os recursos naturais são finitos e que por isso é necessário ter consciência de uso.

Portanto, para compreender um pouco mais o conceito de sustentabilidade, é preciso compreender seu funcionamento.

Como o desenvolvimento sustentável funciona?

Se uma empresa de higienização e limpeza de estofados é sustentável, então significa que ela cuida de tudo o que o planeta oferece e garante que não falte nada ao próximo. Isso forma uma cadeia solidária que visa preservar o meio ambiente.

Quando pensamos em pequenas ações, a sustentabilidade vai além do plantio de árvores.

As pessoas precisam criar hábitos diferentes no dia a dia, indo desde o controle da quantidade do que consomem até as características do que é consumido. Preferir marcas e produtos que respeitam os recursos naturais e o meio ambiente é um exemplo.

Outras atitudes importantes são evitar o desperdício de alimentos, usar o transporte público ou a bicicleta ao invés do carro, reduzir o consumo de carne, evitar o consumo excessivo de plástico, usar a água de maneira consciente e priorizar fontes de energia renováveis.

O processo de sustentabilidade se resume ao entendimento dos impactos dos produtos que consumimos e dos resíduos que geramos no meio ambiente, também sendo necessário avaliar o nível de dependência que temos dos recursos.

É como se você fizesse a conta do que entra e sai, e compreender essa equação mostra se será possível consumir da mesma forma ao longo do tempo. São as ações do dia a dia que vão equilibrar a conta.

Quando uma empresa faz o descarte correto de epis, está agindo de maneira sustentável. Mas para entender um pouco mais sobre esse assunto, é fundamental compreender do que se trata o tripé da sustentabilidade.

Entenda o tripé da sustentabilidade

O tripé da sustentabilidade se baseia em três princípios importantes, que são: social, ambiental e econômico. São elementos que devem ser integrados para que as ações sustentáveis realmente aconteçam.

Sem eles, a sustentabilidade simplesmente não é possível. Isso acontece porque o fator social engloba as pessoas e o modo como elas vivem, tratando de sua educação, saúde, lazer, trabalho, alimentação, dentre outros.

O fator ambiental se refere aos recursos naturais e a maneira como a sociedade os utiliza, o que inclui não apenas as pessoas, mas também as empresas, como um fabricante de suporte de bambu para plantas

Também existe o fator econômico, que está relacionado com a produção, distribuição e consumo de bens e serviços, e esta precisa considerar os fatores sociais e ambientais para funcionar.

Para compreender um pouco mais o tripé da sustentabilidade, é necessário analisar a fundo estes três fatores.

A sustentabilidade ambiental gira em torno da conservação e manutenção do meio ambiente, mas para que seja efetiva, é necessário que as pessoas estejam em harmonia com os recursos naturais e o meio ambiente, e assim ter mais qualidade de vida.

O propósito da sustentabilidade ambiental é garantir que as necessidades das gerações futuras não sejam comprometidas pelas necessidades de agora.

Quanto à sustentabilidade social, sua proposta é garantir a igualdade entre todos e o bem-estar da população.

A melhor maneira de garantir isso é fortalecendo as propostas de desenvolvimento social, e garantir que todos tenham acesso à educação, cultura e saúde.

A sustentabilidade econômica, por sua vez, se baseia em um modelo de gestão sustentável. Governos, pessoas e empresas, como uma distribuidora de assafétida ayurveda, precisam administrar bem os recursos naturais.

É dessa forma que se garante o crescimento econômico, o desenvolvimento social e distribui-se melhor a renda. Trata-se da capacidade de produção, distribuição e utilização de tudo o que é produzido pelo homem, de modo a distribuir a renda de maneira justa.

Também é importante falar sobre a sustentabilidade empresarial, visto que muitas estratégias de responsabilidade social por parte das companhias se pautam na sustentabilidade.

Produtos e ações sustentáveis se destacam e ganham a confiança dos consumidores, além disso, as corporações estão mais conscientes de sua pegada ecológica e o impacto de suas escolhas no meio ambiente.

A sustentabilidade empresarial nada mais é do que companhias que adotam uma postura responsável e que possuem valores ambientais e sociais.

Por exemplo, no caso de um fabricante de desengraxante a base de água, além de preservar o meio ambiente, ele procura sempre melhorar a qualidade de vida dos colaboradores e consumidores.

Exemplos de ações sustentáveis

Ações sustentáveis podem vir desde indivíduos até governos e estratégias de níveis globais. Por exemplo, as pessoas podem ser mais sustentáveis no cotidiano ao economizar água.

Também é importante evitar o uso de sacolas plásticas, reduzir o consumo de carne bovina, preferir produtos biodegradáveis, separar o lixo para coleta seletiva, reciclar materiais e evitar o uso de veículo particular.

Da mesma forma, existem as ações comunitárias, em que moradores de um mesmo local podem se unir para colocar painéis solares, instalar sistema de esgoto, fazer uma horta comunitária, turismo ecológico, entre outras atividades.

A comunidade pode se reunir e entrar em contato com uma Consultoria ambiental para saber o que pode ser feito, de modo a preservar o meio ambiente e trazer mais qualidade de vida para as pessoas.

As ações globais são de responsabilidade dos países, e dentre as mais importantes está a limitação do crescimento populacional.

Outros exemplos são a garantia de alimentação, preservação da biodiversidade e dos ecossistemas, ações para a diminuição do consumo de energia e o desenvolvimento de tecnologias provenientes de fontes renováveis.

Há ainda o foco no aumento da produção industrial em países ainda não industrializados, por meio de tecnologias ecológicas.

Outra ação essencial são as unidades de conservação, que protegem áreas naturais, a exemplo do que acontece na Amazônia e que deve ser respeitado, inclusive pelo próprio Governo.

Por fim, é possível apostar no controle da urbanização e na integração entre as cidades maiores e as regiões rurais.

Considerações finais

A sustentabilidade é um tema em alta e muito importante para a sobrevivência de todas as espécies que existem hoje no planeta.

Inúmeras já foram extintas, mas é possível evitar que isso continue acontecendo, por meio de ações simples e responsáveis que todos podemos ter.

Cidadãos e empresas, assim como outros estabelecimentos, como no caso de uma clínica de acupuntura, devem fazer sua parte para garantir a qualidade de vida no presente e no futuro.

Proteger os recursos naturais não é apenas preservar a continuidade da raça humana, mas também de todo tipo de vida no planeta.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.