qua. nov 30th, 2022

Você já notou pontos pus na boca e não sabia o que era? Pode ser um abscesso dentário, uma bolha causada pelo acúmulo de bactérias.

O abscesso dentário é um inchaço, geralmente doloroso, contendo pus no seu interior, sendo resultante de uma infecção bacteriana. Existem dois tipos de abscesso: o abscesso dentário e o abscesso gengival.

Abscesso gengival, é quando as bactérias ficam ao redor do dente e elas se infiltram na gengiva.

Logo, a placa bacteriana e tártaro decorrente de uma má higienização podem ser a causa do abscesso gengival.

Por que é criado o abscesso?

As bactérias liberam toxinas e as células do corpo tentam resolver o problema, resultando em um processo inflamatório. Todo esse processo acaba gerando uma secreção, criando o pus. 

O pus, nada mais é do que células mortas, tanto bactérias quanto células de defesa. Ele vai sendo formado e tem que ir para algum lugar, porquanto ele não consegue desaparecer sozinho. 

É onde se cria o abscesso, semelhante a uma bolinha, onde ficará soltando aquela espécie de líquido. Essa secreção tem possibilidades de entrar nos tecidos e suceder um inchaço no rosto.

Os problemas de infecção odontológica são resolvidos através de procedimentos mecânicos, isto é, retirada do abscesso e solução da infecção central.

Se não tratar poderá ter por consequência a danificação do esmalte dos dentes, fazendo com que eles fiquem amarelados influenciando na estética.

Caso isso ocorra, inicie um procedimento estético, como o clareamento dental.

O abscesso dentário é ocasionado por uma fratura, um trauma ou até mesmo uma cárie que não foi tratada como deveria. Fazendo com que a bactéria se aprofunde na parte inferior do dente, atingindo a polpa e evoluindo lá dentro.

Localização das placas bacterianas

Os tipos de infecção dependem da localização das placas acima da margem gengival, das quais geralmente causam cáries, que podem invadir a polpa nervosa e gerar infecções endodônticas. 

Placas acima levam à doença periodontal como gengivite ou periodontite, ambos os ciclos de acometimento podem levar abscessos periodontais, dos quais penetram nos tecidos. 

Além dessas regiões, elas também causam disseminações, podendo chegar ao coração. Isso pode acontecer com pessoas que eventualmente já tenham próteses, inclusive naqueles que aplicaram as próteses articulares.

Aumento das bactérias

É importante cuidar de qualquer local que seja propício para as bactérias, assim como um diastema (o espaço nos dentes da frente que podem gerar um acúmulo de bactérias), eles podem ser corrigidos com facetas de resina ou uso de aparelho ortodôntico.

Com o aumento das bactérias, o diagnóstico do abscesso pode ser feito devido a uma cárie. 

Dentro do dente, quando os microorganismos vão chegando nos tecidos mais profundos, pode atingir a polpa que é a parte viva.

O organismo começa a movimentar as células de defesas, para combater os microorganismos, evitando que possam ter acesso a corrente sanguínea podendo parar em qualquer lugar do corpo.

Saiba como prevenir

Você conseguirá fazer a prevenção através de uma boa higienização bucal ou até mesmo realizando um tratamento ortodôntico,com aparelho dental de porcelana, e acompanhamento com o dentista.

É necessário que sua escova tenha cerdas macias, para não machucar a gengiva, delimitando regiões.

Após escovar os dentes, não se esqueça da língua, porquanto, uma grande quantidade de alimentos passa por ela. Use o fio dental entre cada dente, ele será capaz de limpar até resíduos em lugares extremos.

Evite alimentos muito gordurosos, não faça a ingestão de açúcar em excesso. 

Os dentes alinhados evitam o acúmulo de bactérias, evitando placas bacterianas, sucedendo uma cárie que pode ser responsável por um abscesso, procure um especialista e iniciando o tratamento com aparelho dental invisível

Quais são os sintomas do Abscesso dentário?

Caso você comece a observar algumas dores ou sentir algumas coisas estranhas na sua boca, para identificar o abscesso, ele possui alguns sintomas como:

  •  Dor;
  •  Inchaço;
  •  Mau hálito;
  •  Febre;
  •  Sensibilidade fora do comum.

Caso você veja algum desses sintomas, vá imediatamente ao dentista. É importante que o profissional faça uma avaliação para iniciar o tratamento.

Tratamento para o abscesso

O tratamento pode ser feito através de um endodontista, o especialista responsável pelo tratamento de canal. Primeiro, se realiza uma drenagem removendo o abscesso.

Para o tratamento do abscesso gengival, é necessário fazer uma descontaminação da raiz através da raspagem e, dependendo da situação, será necessário tratar o canal.

Se o abscesso estiver muito evoluído não terá mais caminhos, será necessário realizar a extração do dente, fazendo com que, após o procedimento, o paciente recorra a clínica de implante dentário.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.