dom. nov 27th, 2022

Estamos passando por um momento difícil em nossa sociedade, que é a pandemia de covid-19. Diversas pesquisas apontam que ela afetou parte da sociedade no quesito de estrutura física e psicológica.

Precisamos ressaltar que nossa sociedade é constituída por pessoas e as pessoas trabalham em empresas e buscam desenvolver suas atividades comerciais em prol do nosso desenvolvimento.

Sendo assim, é comum que gestores se deparem com colaboradores apresentando sintomas do tipo:

  • Cansaço;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Falta de paciência;
  • Doenças ocupacionais;
  • Dificuldade de diálogo;
  • Entre outros.

Nessa hora, como o gestor deve proceder? A empresa pode fazer alguma coisa pelo bem-estar dos seus colaboradores?

Foi pensando em mostrar formas de como a empresa pode colaborar para saúde mental de seus funcionários que produzimos esse artigo. Gostou do tema? Então siga conosco e confira os tópicos a seguir.

Cuidados com o acúmulo de função

Muitas vezes a saúde mental pode ser desgastada pela sobrecarga dentro do trabalho.

Profissionais que têm característica proativa tendem a ser aqueles que ocupam seu tempo com mais produtividade na empresa e muitas vezes, para mostrar serviço, eles produzem sem parar.

Para uma empresa que vende lacre de segurança, por exemplo, a produtividade é muito importante, mas cabe ao gestor verificar se esse profissional não está tendo um desgaste mental por acúmulo de função.

Sintomas como irritabilidade, dificuldade de diálogo com outros setores, afrontamento entre os colegas ou superiores, pode ser um sintoma de desgaste mental por acúmulo de função.

Reduza a cobrança

Sabemos que estamos em um período de crise econômica, mas não é cobrando seus colaboradores excessivamente que sua empresa vai conseguir aumentar os índices de lucratividade.

Pelo contrário, a cobrança, quando é feita de forma excessiva, aumenta os níveis de stress, sobrecarrega a equipe e aumenta a taxa de turnover da empresa.

O gestor acaba criando um desgaste mental ao colaborar e ainda terá o próprio desgaste, que é substituir esse profissional na linha de produção.

Seja realista nas metas

As metas sempre foram vistas como uma forma de pressão sobre o psicológico humano, mas elas fazem parte do cotidiano das empresas..

O funcionário de uma empresa especializada em fabricar Válvula de retenção, por exemplo, tem uma meta de vendas para atingir e ele trabalha por longos períodos pensando em alcançar para não ser visto como incapaz ou mesmo improdutivo.

Por isso ressaltamos ao gestor, que uma maneira de preservar a saúde mental dos funcionários é inserindo metas que são alcançáveis de forma natural.

Faça feedback para ouvir os funcionários

É importante que o gestor da empresa fique atento aos sinais de desgaste mental, irritabilidade, falta de paciência e estrutura emocional para lidar com os clientes.

Se sua empresa vende Luminária de emergência, por exemplo, e percebe que algum funcionário está com um comportamento diferente, é importante conversar com ele para entender melhor o que está acontecendo.

Uma simples conversa, um reajuste de metas, a diminuição da cobrança e mesmo aquele tempo de atenção, pode ser o que o funcionário precisa para restabelecer sua saúde mental e voltar a ser produtivo.

Esperamos que esse artigo ajude os gestores a melhor articular a gestão em casos de desgaste mental dentro da equipe.

Lembre-se que a boa produção está atrelada também com a saúde e satisfação do seu cliente interno, que é o colaborador da sua empresa.

Se gostou do conteúdo compartilhe nas redes sociais e nos siga para mais dicas de marketing e gestão.

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.