sáb. nov 26th, 2022

Abrir uma empresa nunca é uma tarefa fácil, no momento de começar um novo negócio sempre surgem diversas dúvidas e questionamentos na cabeça de cada empreendedor, questões burocráticas relacionadas a impostos, nomenclaturas e registro da marca, questões mercadológicos onde seu novo negócio vai estar inserido, a melhor plataforma de divulgação para seus produtos e centenas de outros questionamentos. 

Porém, entre os mais importantes e mais questionados está sempre o capital social. Afinal, esse termo tão falado pelos empresários é crucial no momento de abertura de um novo negócio, mas você sabe do que ele se trata? Ou como defini-lo?

No texto de hoje, iremos mostrar para você tudo sobre o capital social de uma empresa e principalmente como você pode defini-lo, preparado para descobrir? Tenha uma ótima leitura!

O que é o capital social?

Sempre que alguém vai começar uma nova empresa é preciso que ela possua um valor inicial investido, certo? Esse valor se chama capital social, ou seja, ele representa todo o montante bruto que é investido no momento da abertura de uma empresa, ele é depositado pelos sócios ou acionistas do negócio. 

É preciso levar em consideração, o período em que ele não irá receber lucro ainda, por tanto, o capital social é o dinheiro para dar o pontapé inicial no seu projeto, todo o valor arrecadado para que a sua empresa de gestão industrial funcione no começo de sua jornada. 

Para que ele serve?

O capital social se trata de um investimento inicial na sua nova empresa, então todos os recursos necessários para que ela funcione no começo são tirados justamente daí. 

A compra de equipamentos, acessórios, contratar serviços, adquirir computador, carro ou qualquer outra necessidade que sua empresa tenha para que ela consiga estar em pleno funcionamento é baseado no capital social, ou seja, tudo que serve para o desenvolvimento do seu negócio é relacionado a esse valor investido. 

Como definir o capital social de uma empresa?

Bom, agora que você já sabe o que significa o capital social e para que ele serve, chegou a hora de saber como você pode defini-lo dentro do seu negócio, essa é uma das tarefas mais complicadas e difíceis quando se está montando uma nova empresa, então fique atento.

Muitas pessoas não têm a noção exata de quanto dinheiro precisa para conseguir abrir sua própria empresa, tudo varia muito de acordo com o estilo e a modalidade de negócio que você busca atuar, um MEI, por exemplo, pode começar a sua empresa investindo R$ 1,00 real, ou seja não existe restrição de valores. 

Já se você for um Empresário Individual ou Sociedade Limitada Unipessoal, a recomendação é que você sempre comece pequeno. Por mais que a ideia de investir uma bolada logo de cara pareça algo atrativo para impulsionar o seu negócio, reduzir o capital social é uma missão extremamente complicada e que beira o impossível. 

Como é difícil chegar em um valor exato daquilo que você vai precisar, afinal, muitas vezes ocorrem imprevistos, ou descobre mais produtos e recursos para comprar, e talvez você gaste mais, recomendamos que você defina um capital social em um valor aproximado de R $1.000,00 reais. 

Se você sentir que sua empresa de automação predial está crescendo, é possível aumentar o valor de maneira simples e prática, os mil reais te ajudarão a dar o passo inicial e será o valor que você irá gastar com a documentação, taxas, certificado digital e um contador para te auxiliar. 

Depois disso, você começa a definir um valor maior de acordo com aquilo que acredita ser necessário dentro do seu negócio, lembre-se, é melhor começar com menos e aumentar do que sobrar e você não conseguir diminuir. 

Esse foi o texto de hoje, o que achou sobre ele? Curtiu? Então não se esqueça de comentar abaixo sua opinião e de compartilhar caso tenha gostado, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.