seg. nov 28th, 2022

Já se perguntou como usar ferramentas digitais na educação? Existem várias opções disponíveis na internet, mas é importante organizar a utilização desses recursos nas escolas.

Isso porque tudo vai depender da infraestrutura disponível, da familiaridade dos professores com os recursos e da adaptação dos alunos às ferramentas educacionais.

Pensando nesses detalhes, as instituições de ensino podem planejar como essa migração para o digital será feita e quais recursos vão ser implementados.

Neste artigo vamos falar sobre a importância, como usar ferramentas digitais na educação e alguns exemplos que são úteis no processo de ensino e aprendizagem.

Continue a leitura e aproveite todas as dicas!

Qual a importância das ferramentas digitais?

A pandemia da Covid-19 acelerou muitas mudanças dentro do contexto educacional. 

Fazer aulas remotas com alunos da educação infantil, básica e fundamental, até então habituados ao modelo presencial, exigiu bastante paciência de ambos os lados para adaptação.

O que facilitou o ensino remoto no pico do isolamento social e facilitou, agora, a dinâmica do ensino híbrido na pandemia são as ferramentas digitais. 

Elas foram e ainda são recursos importantes para facilitar a comunicação, permitir a interação dos alunos, produzir trabalhos mais ricos e fazer atividades avaliativas digitalizadas, sem perder em segurança e privacidade.

Além disso, ter recursos gratuitos disponíveis facilita o acesso dos alunos, garantindo que todos participem das aulas.

Como usar ferramentas digitais na educação? Passo a passo

Na hora de usar ferramentas digitais na educação é importante ter um planejamento básico para implementação de cada recurso.

Mesmo precisando conhecer e adaptar rapidamente as ferramentas para ensino remoto por conta da pandemia, agora, em que começa a adaptação ao “novo normal”, as escolas estão investindo na organização dos seus processos.

Por isso, explicamos a seguir um passo a passo simples de como usar ferramentas digitais na educação. Confira!

1. Conheça as ferramentas disponíveis

O primeiro passo para usar ferramentas digitais na educação é conhecer os recursos disponíveis.

Esse trabalho deve ser feito tanto pela equipe de professores quanto pelos responsáveis pela gestão escolar.

Por exemplo, existem diversas ferramentas do Google voltadas para educação. Conhecendo cada uma e como elas funcionam, a gestão da escola pode analisar os benefícios que podem obter.

É importante lembrar dos objetivos estratégicos e dos valores que a escola deseja passar para os alunos. Toda ferramenta deve ser analisada considerando como ela vai contribuir para alcançar as metas estabelecidas.  

2. Ofereça treinamento para professores

Depois de conhecer os recursos, o próximo passo para usar ferramentas digitais na educação é treinar os professores.

A gestão das escolas deve pesquisar treinamentos disponíveis sobre as ferramentas, listando conteúdo, duração e valor do investimento.

Dessa forma, é possível escolher um fornecedor de qualidade e que vai contribuir para a capacitação dos professores.

Os próprios professores podem sugerir opções de treinamentos, o que torna os investimentos mais assertivos.

Leia também >>> Como preparar o professor para as novas tecnologias: 6 dicas

3. Planeje a digitalização das atividades escolares

O terceiro passo para usar ferramentas digitais na educação é planejar como será feita a digitalização das atividades.

Atualmente, muitas escolas já têm um processo, então, a proposta é fazer uma análise para reforçar o objetivo de uso de cada ferramenta que já é utilizada e as que vão ser implementadas.

Dessa forma, os professores podem planejar as atividades, definindo o propósito e como as ferramentas digitais vão ajudar a alcançá-los.

4. Explore as ferramentas nos planos de aula

Os planos de aula também ajudam a usar ferramentas digitais na educação de forma realmente efetiva para o aprendizado dos alunos.

Toda aula tem como finalidade desenvolver competências e habilidades novas nos alunos e as ferramentas digitais para professores podem ser usadas para criar atividades mais ricas e interessantes.

O planejamento geral pode ser usado como referência para que os professores tenham um ponto de partida e desenvolvam ideias de acordo com a ferramenta que desejam usar na explicação. 

5. Analise o feedback da equipe

Por fim, para usar ferramentas digitais na educação e realmente obter resultados é importante ter feedback da equipe.

Os alunos também estão incluídos nessa análise, afinal, eles também utilizam os recursos implementados pela escola e precisam perceber os benefícios.

Para isso, a gestão escolar deve fazer pesquisas e reuniões para trocar com os professores e alinhar a implementação de ferramentas. 

Quais são as ferramentas digitais para a educação?

Agora que você já sabe como usar ferramentas digitais na educação de forma estruturada e com objetivos definidos, vamos falar de alguns exemplos de recursos.

Com o propósito de alinhar a gestão escolar e a sala de aula, existem plataformas que integram várias ferramentas que permitem usos diversos, de acordo com a área em que ela é aplicada.

O Google for Education é um desses exemplos de sistema integrado que inclui diversas ferramentas voltadas para educação. São elas:

  • Drive: um serviço de armazenamento de arquivos (textos, apresentações, planilhas, fotos, vídeos, etc.) na nuvem;
  • Classroom: um aplicativo para gerenciamento das atividades em sala de aula;
  • Meet: uma ferramenta para fazer videoconferências ou chamadas de voz ao vivo e gravadas;
  • Documentos: processador de texto online;
  • Formulários: app para criação de pesquisas, quizzes e outros formatos de formulários online;
  • Chromebooks: notebooks integrados ao sistema da escola para aprendizagem presencial ou remota segura;
  • Jamboard: quadro virtual para criação de telas interativas para aulas presenciais e remotas.

Além dessas ferramentas existem outras que cobrem todas as necessidades de uma instituição de ensino que está focada na transformação digital.

Com uma boa assessoria, sua escola pode implementar essa inovação e aprimorar os métodos de ensino e gestão. Bom trabalho!

Este post é de autoria da Safetec Educação, uma empresa com mais de 10 anos de mercado, obcecada em criar experiências na área educacional, através de soluções simples e colaborativas, que gerem resultados.