qua. nov 30th, 2022

Conheça mais um pouco desse mundo e se torne um cervejeiro raiz!

O mundo das cervejas pode ser complexo para quem não conhece, mas, quem já faz parte, ama e não troca por nada nesse mundo. Afinal, cervejas deliciosas sempre caem bem. 

Há muitas questões em torno do tema: será que toda cerveja é amarga? Por que umas são amarelas e outras são pretas? São muitas dúvidas, por isso, vamos te explicar um pouco sobre os tipos de cerveja, como elas são produzidas, o gosto, a cor e tudo mais. 

Quais são os ingredientes bases da cerveja? 

Toda cerveja é feita tendo como base quatro ingredientes principais: água (que pode representar até 95% dos ingredientes), cereais (podem ser maltados ou in natura), o lúpulo (responsável por trazer o amargor e o aroma da bebida) e, por fim, a levedura, considerada a alma da cerveja, é o que faz a fermentação.

Então, o que vai diferenciar as cervejas? 

Todas as cervejas possuem a mesma base de criação: água, lúpulo, levedura e cereais, no entanto, nem todas apresentam o mesmo sabor e/ou cor. Isso vai se segmentar a partir de como é feita a fermentação e também sobre quais outros ingredientes o cervejeiro acrescentou na criação.

Quais são os principais tipos de cerveja?

Entender um pouco sobre os tipos de cerveja pode te ajudar a compreender melhor aquele cardápio do seu barzinho favorito e ainda encontrar a que melhor se encaixa no seu paladar. Conheça os principais: 

1. Cerveja Pilsen 

As cervejas pilsen são conhecidas por serem cervejas mais leves, ou seja, o seu sabor tende a ser mais sutil. Elas são ótimas para quem quer harmonizar com queijos e pastéis, por exemplo. No entanto, ela tem um amargor médio a alto, então, se você não gosta, é melhor fugir desse tipo.

2. Cervejas Lager 

As cervejas lager são de baixa fermentação e é uma das mais consumidas, em especial, no Brasil, sendo conhecida como a cerveja do brasileiro. Ela tende a ser dourada/amarelada, sendo mais fácil de harmonizar com as comidas típicas do país.

3. Cerveja Ale

Cerveja encorpada, também conhecida como cerveja ale. Ela é feita com uma fermentação alta e conserva um aroma mais frutado. Por conta disso, ela tende a ter um maior teor alcoólico. Combinam super bem com comidas mais gordurosas e podem ser bem claras ou mais escuras. 

4. Cerveja Bock 

A bock é um tipo de cerveja semelhante a lager. Embora seja bem conhecida por conta da sua tonalidade mais escura. Ela é bastante consumida no inverno, por conta do malte que vai em sua composição, deixando-a mais marcante e adocicada. Vai muito bem com carnes!

5. Cerveja Weissbier 

A weissbier é uma cerveja alemã, que traz, no mínimo, 50% de trigo na sua composição. O que isso significa? Que são cervejas com espumas consistentes e que apresentam uma coloração mais clara e sabor adocicado. Além disso, elas são super versáteis, combinando com saladas, massas e até mesmo carnes.

6. Lambic

Por fim, as cervejas lambic. Não são tão comuns no Brasil, embora seja um tipo de cerveja mais antigo. É feita por meio da fermentação espontânea, levando leveduras selvagens e trazendo um ar mais frutado, pois utilizam cerejas ácidas na sua composição. 

As cervejas são uma ótima pedida para confraternizar-se com os amigos e a família, por isso, no Brasil, o segmento de cervejas artesanais ganha cada vez mais força. Afinal, cervejeiro que é cervejeiro gosta de aproveitar todas as opções existentes no mercado.