seg. nov 28th, 2022

5 dicas para não se arrepender da mudança. Prestar atenção nos detalhes, sem pressa, pode evitar problemas no novo imóvel

Mudança dá trabalho e não é só na hora de arrumar todos os seus pertences. Achar o imóvel ideal também pode ser um desafio e, antes de assinar um contrato de aluguel de imóvel, é importante se planejar e prestar atenção nos detalhes, tanto das cláusulas, quanto do local que você está escolhendo. 

Procurar com antecedência e visitar várias casas e apartamentos é sempre uma boa ideia. Isso vai te permitir ter bons parâmetros de comparação, permitindo avaliar não só os valores, mas também a região e as condições gerais da sua nova casa e também do condomínio. 

Quer alugar um imóvel, mas não tem muita experiência no assunto? Preste atenção nas dicas do que você precisa considerar antes de fechar qualquer negócio, mesmo que ele pareça ótimo.

Pense nas suas necessidades

Antes de começar a procurar, é bom saber o que você quer encontrar. Por isso, é sempre válido se fazer algumas perguntas: Quantas pessoas vão morar contigo? Prefere casa ou apartamento? Precisa de um escritório? Quantos quartos? É perto ou de fácil acesso para os lugares que mais frequenta?

As respostas a essas perguntas são guias para escolher a melhor região, o tipo e o tamanho do imóvel. Ou seja, pontos de partida importantes para te ajudar a encontrar um imóvel que se adeque ao que você precisa.

Nessa hora também vale pensar no seu estilo de vida e nas facilidades oferecidas pelo condomínio. Ter piscina e academia, por exemplo, pode ser ótimo se você for utilizá-las. Se não, só vai pagar mais caro por serviços desnecessários.

Pesquise bastante

É importante ter uma noção de preços e, para isso, nada melhor que uma boa pesquisa. Ela vai possibilitar que você alinhe suas expectativas ao seu orçamento e também te ajude a identificar se o imóvel que pretende alugar tem um bom custo-benefício dentro da média estipulada.

A internet é uma ferramenta que vai te ajudar bastante nessa etapa. Muitas imobiliárias têm, inclusive, aplicativos com bons filtros para te ajudar nessa busca.

Some todos os gastos

Além do valor do aluguel, é essencial somar condomínio, contas fixas e custos com transporte para verificar se morar naquele local realmente cabe no seu orçamento. Muita gente se esquece de fazer isso e só percebe que o custo total daquele imóvel fica caro demais quando já se mudou e tem um contrato a cumprir: não faça isso!

Visite, analise e pergunte

Nunca alugue um imóvel sem visitar antes e, se possível, faça mais de uma visita ao local onde você pretende fechar negócio e morar. Se possível, além do corretor, troque uma ideia com o porteiro e com alguns vizinhos que encontrar pelas áreas comuns. Se conhece alguém que mora no condomínio, melhor ainda. 

Pergunte sobre a incidência de luz, se o condomínio permite animais, se os vizinhos são tranquilos, se a região é segura e tem comércio por perto, se faz muito barulho, entre outros. 

Não se esqueça de prestar atenção em todos os detalhes, tanto do imóvel, como do que diz respeito às regras comuns do condomínio. Essa etapa pode te ajudar a evitar várias dores de cabeça.

Observe o contrato e as condições

Essa é uma etapa muito importante, mas ignorada por muita gente. Leia, com atenção aos detalhes, a proposta de contrato para entender quais serão seus direitos e deveres e se assegurar de que não há nenhuma cláusula abusiva. De preferência, peça a um advogado para fazer o mesmo.

Dê atenção especial ao sistema utilizado para garantir o contrato: é fiador, caução ou seguro-fiança? Verifique também qual é o tempo mínimo para permanecer no imóvel e o valor da multa caso precise romper o contrato por algum motivo.

Valorize a vistoria

A vistoria é uma etapa que acontece quando você já está quase fechando negócio, mas nem por isso é menos importante. Ela garante que você não vai ter prejuízos na hora de entregar o imóvel e você deve prestar atenção em cada detalhe, mesmo que não esteja pensando em se mudar novamente tão cedo.