dom. abr 21st, 2024
Set of tools in a tool kit isolated

Um kit de ferramentas cheio de coisas aleatórias só serve para ocupar espaço. Veja o que é essencial na hora de montar o seu para não ficar na mão durante os reparos

É comum as coisas precisarem de reparos dentro de casa, seja pelo uso contínuo ou pelas ações do tempo. É a torneira que para de fechar, a resistência do chuveiro que queima, os móveis que se soltam e mais uma série de coisinhas que precisam de ajuste ou que se quebram por completo.

Sem um kit de ferramentas, toda vez que um reparo ou ajuste é necessário você fica dependendo de um profissional e terá que gastar dinheiro em algo que poderia ser feito em casa rapidamente, sem precisar de ninguém. 

Com um jogo básico de ferramentas, todos os pequenos reparos podem ser feitos em casa, sem gastos desnecessários, sem ter que deixar para depois ou colecionar coisas quebradas.

Saiba mais7 dicas para driblar a timidez na academia

Então, para que sua casa não se transforme num palácio de gambiarras e você possa fazer os reparos por conta própria, vamos te mostrar o que não pode faltar num kit básico de ferramentas. Confira!

1- Alicate universal

Não podíamos deixar de começar uma lista sobre o que não pode faltar num kit básico de ferramentas com um item que, como propriamente dito, é universal.

Resumidamente, você não consegue arrumar quase nada sem um alicate universal, o maior curinga de todas as ferramentas. Ele é necessário para praticamente tudo: cortar fios, desencapar, enrolar arames, puxar coisas muito presas, encaixar peças pequenas, trocar a resistência do chuveiro e o que mais for preciso.

Ou seja, vai fazer qualquer reparo? Você precisa de um alicate universal.

Saiba maisO que é eficiência energética e como incorporá-la em sua casa?

2- Chaves de fenda e phillips

É quase impossível encontrar um reparo que não tenha parafusos envolvidos nele. Por isso, nossa segunda ferramenta indispensável em seu kit básico, na verdade, são várias ferramentas (chaves).

Os dois tipos mais comuns de parafusos são fenda única ou em cruz (phillips). Para que você não deixe de consertar algo ou passe aperto durante um reparo, é indispensável que seu kit básico de ferramentas tenha ao menos 6 tamanhos diferentes de chave de fenda e 6 de phillips.

Com duas chaves pequenas, duas médias e duas grandes de cada tipo, você consegue trabalhar com uma enorme variedade de parafusos sem ter que ficar apertando em falso ou inventando alguma gambiarra para tirá-los do lugar.

Então anote aí, seu kit básico de ferramentas deve ter 12 chaves para parafusos com cabeça fendada: 6 phillips e 6 de fenda.

Saiba maisSaiba como escolher o vestido ideal para cada ocasião

3- Chave de boca regulável

Outros parafusos comuns dentro de casa são os de cabeça sextavada, aqueles que não tem fenda e você precisa de uma chave de boca para trabalhar com eles. São muitos tamanhos e, sem a chave exata para um específico, você não consegue fazer nada.

Mas isso não quer dizer que você precisa de uma enorme variedade de chaves de boca em seu kit. Na verdade, com uma chave de boca regulável, você consegue rosquear e desrosquear parafusos de até 20 medidas diferentes, ou seja, 20 chaves de boca em uma.

Por isso, nossa terceira ferramenta indispensável em um kit básico é a chave de boca regulável. Com ela você pode montar e desmontar móveis, estantes, mãos francesas, suportes de televisão e quaisquer outras coisas que são fixadas na parede e precisam de uma boa resistência à carga.

Outra aplicação muito comum da chave de boca regulável, é utilizá-la como meio de fixação em parafusos que precisam de duas chaves ao mesmo tempo para serem fixados ou desafixados.

4- Martelo

O martelo tem duas funções muito específicas: empurrar coisas com o impacto de sua cabeça ou tirar parafusos com sua parte traseira. Também é muito útil na hora de unir duas peças muito justas com aquela marteladinha suave e direcionada, que encaixa as coisas perfeitamente.

Além disso, o martelo é uma ferramenta fundamental na hora de potencializar alguns trabalhos, como remover um piso solto e reboco avariado com o auxílio de uma talhadeira ou utilizar uma chave para martelar algo em áreas com rebaixo, por exemplo.

5- Fitas isolante e veda rosca

Sem essas duas fitas, qualquer reparo pode se tornar uma gambiarra perigosa. Vai mexer na parte elétrica? Precisa de fita isolante! Senão você, seus eletrodomésticos e eletrônicos estão em perigo.

O reparo é na parte hidráulica? Sem fita veda rosca vai ficar vazando. Por isso, para finalizar seu kit básico de ferramentas coloque um rolo de cada uma dessas fitas nela.