dom. nov 27th, 2022

Saiba como usar a tecnologia para otimizar e impulsionar seu negócio

O desenvolvimento da tecnologia faz com que ela esteja ficando mais presente na vida das pessoas a cada ano que passa e no comércio não é diferente, principalmente nos últimos anos com o crescimento das lojas digitais.

A verdade é que o investidor que sabe usar a tecnologia como sua aliada e como uma ferramenta aumenta consideravelmente a qualidade do seu negócio, assim como o atendimento ao cliente e as suas outras demandas.

Se você quer saber dicas como qual a máquina de cartão com a menor taxa e outros pontos, veja o texto abaixo com as 6 dicas para usar a tecnologia e fazer o seu comércio deslanchar.

1- Trabalhe com marketing digital

Uma das dicas mais valiosas que podemos dar para quem trabalha na área do comércio é explorar o marketing digital.

O nome pode parecer difícil, mas o marketing digital é um termo bem simples. Para simplificar, podemos dizer que qualquer ação de comunicação voltada para a promoção de uma empresa é considerado marketing digital.

Sendo assim, possuir uma página no Instagram, Facebook ou Twitter já é uma dessas ações. A prática de postar stories ou no feed já ajudam bastante na promoção e no alcance da sua empresa.

A internet é uma fonte quase ilimitada de clientes, com alcance em todo o globo. Uma empresa com um marketing digital pode ter clientes em todo o território nacional e até mesmo internacional.

2- Crie uma loja virtual

Se estamos falando de comércio e marketing digital, também é extremamente positivo possuir uma filial da sua loja no ambiente virtual.

A pandemia em 2020 nos trouxe muito sofrimento, mas junto disso, também vieram inúmeras lições.

Por isso, quem trabalha no ramo do comércio teve de se reinventar para continuar fazendo dinheiro, e a loja virtual foi uma das melhores soluções.

Atualmente as pessoas possuem muito mais confiança nas lojas, cursos e tudo mais que se encontra na internet. A segurança e conforto que as compras na internet passam hoje em dia para o consumidor fez dessa modalidade o principal modo de compra.

3- Trabalhe com ferramentas digitais

A tecnologia também nos trouxe ferramentas que nos ajudam a ter um nível de organização e comunicação que eram muito difíceis há alguns anos.

Por exemplo, o Google Meet, assim como o Microsoft Teams, Jitsi e outras plataformas, possibilitam que os colaboradores de uma empresa possam se reunir remotamente e ainda assim apresentar imagens, vídeos e documentos.

O Google Drive é outra ferramenta essencial para quem trabalha com comércio. Nele podemos gravar informações, arquivos e o que mais for necessário para o melhor controle e gestão.

4- Aplicativos voltados para o comércio.

Alguns aplicativos também podem ser de grande valia quando se fala de praticidade.

Algumas dessas ferramentas são voltadas para empresas de qualquer tamanho, como o Predify, Loja Virtual, Mintegra e outros.

5- Marketplace

Se você está seguindo as nossas dicas, então está caminhando para digitalizar o seu negócio e explorar com força o ambiente virtual.

Por isso, a nossa dica é estar presente no marketplace a fim de obter o máximo de visibilidade possível.

Apesar de ter algum custo, o retorno pode ser bem superior, afinal, a visibilidade e o alcance dessas plataformas são gigantescos.

Para se ter alguns exemplos de marketplace, podemos citar o MercadoLivre, OLX, Americanas e o  Bom Negócio.

6- Se organize e estude

Por último, mas não menos importante, todos nós precisamos ter organização na hora de ter qualquer tipo de negócio.

Quem fez um bom estudo, analisou bem os riscos e se dedicou está verdadeiramente preparado para ter um negócio e dificilmente terá grandes problemas em não saber como geri-los.

O estudo e a dedicação preparam todos os investidores para qualquer situação adversa.

Portanto, antes de abrir o seu negócio, analise bem, prepare-se e assim você será um investidor de sucesso.

Dica bônus: a máquina de cartão com menor taxa

Conforme falamos mais acima, uma das nossas dicas seria voltada para dizer qual a máquina que possui a menor taxa.

Portanto, a melhor máquina nesse quesito, com apenas 1,53% de tarifa no débito para PJ e 1,89% para PF é a C6 Pay.