seg. nov 28th, 2022

No mundo onde o e-commerce apresenta altas taxas de crescimento, a presença das empresas na internet passa a ser mandatória para a geração de vendas, e o fortalecimento digital passa a ser um dos objetivos mais buscados pelas marcas. 

O marketing digital é uma das áreas mais requisitadas do mercado atual, um reflexo da competitividade do comércio virtual, onde profissionais independentes, organizações de todos os portes e setores disputam a atenção do mesmo público. 

Fortalecer sua própria marca é a garantia de vencer essa disputa, conquistando o tão desejado favoritismo do consumidor. 

Neste artigo, será apresentado o conceito de fortalecimento digital em marketing e o que deve ser feito para alcançar esta meta.  

Alavancando receitas 

Alcançar o sucesso em estratégias de marketing é decisivo para o fluxo de receitas de uma organização. 

Sendo esta a principal fonte de nutrição do negócio, conclui-se que o fortalecimento digital pode afetar o desempenho presente e expectativas futuras da marca. 

Um estabelecimento que realiza design de sobrancelha masculina, para atrair mais clientes, deve se apresentar como uma referência na área, gerando a confiabilidade necessária para se destacar diante de concorrentes. 

Com o acirramento da competitividade em espaços virtuais, construir um diferencial de marca é o único caminho para garantir vendas de maneira consistente. 

Estabilidade financeira

A geração de receitas e a captação de capital de investimento são os pilares que sustentam a estabilidade financeira de uma empresa. 

Pelo desempenho destas, outras tarefas como a contratação de funcionários qualificados e a aquisição de ferramentas são definidas. 

A estabilidade financeira também define o grau de liquidez de uma marca, ou seja, sua capacidade de cumprir com compromissos como o pagamento de salários, estoques e impostos, prevenindo problemas jurídicos futuros. 

Para garantir o fortalecimento digital de sua marca e usufruir desses impactos positivos, o gestor deve observar esses aspectos e investir nesses pontos nas campanhas de marketing e na atuação pública do estabelecimento. São elementos chave:

1 – Presença omnichannel 

O termo omnichannel se refere à integração entre múltiplos canais. Em contrapartida com a abordagem multichannel, o paradigma omni indica a sincronização entre os canais de uma marca como a chave para a maior efetividade e controle dos processos. 

As empresas devem estar presentes em todas as plataformas onde seu público está. 

Isso se traduz na criação de um site responsivo, de contas em redes sociais e a depender do cenário, até mesmo um aplicativo para dispositivos móveis. 

Uma clínica voltada para aplicação de botox para dor de cabeça, por exemplo, vai se apresentar de maneira distinta de uma loja online. 

Ao invés de um catálogo de produtos, seu site pode contar com um chatbot ou uma caixa de mensagem para marcar consultas.

Para transformar essa diversidade em omnichannel, invista em softwares e infraestrutura digital que permita conectar todos esses canais, captar seus dados e compará-los com as informações internas do negócio, oferecendo ao gestor uma visão panorâmica. 

2 – Identidade visual 

Não existe fortalecimento digital sem criação de conteúdo e esta, por sua vez, não existe sem uma boa identidade visual. 

Uma equipe ou líder de marketing que trabalha com a internet deve entender que lidará com linguagem verbal e não-verbal de maneira mesclada.

Imagens, vídeos em vários tamanhos, descrições e artigos em texto são elementos fundamentais do conteúdo publicado em qualquer plataforma. 

A identidade visual de uma marca sintetiza seus valores e as demandas do cliente usando a intuição como aliada.

Técnicas de design gráfico e redação publicitária devem ser inseridas na construção de uma identidade visual que aparecerá em totens fotográficos, nas ações de divulgação da empresa. 

Símbolos, formas e cores são os fatores reconhecíveis nas técnicas:

  • Teoria das cores (fundo de cor, valores psicológicos atrelados); 
  • Diagramação; 
  • Tipografia (fontes, formato, tamanho e distância das letras); 
  • Aproveitamento de espaço negativo; 
  • Humor de marca. 

A maior parte das pessoas contam com uma memória que se inclina mais facilmente para o registro visual das coisas. 

Por essa razão, tornar seu logo, suas chamadas e seu nome ricos em linguagem subjetiva e harmoniosos é decisivo para o fortalecimento digital. 

3 – Comunicação exclusiva 

Em extensão à identidade visual, a comunicação escrita deve ser esboçada de maneira cuidadosa, intencional, observando o perfil de interação de seu público-alvo. Caso sua audiência seja B2C e mais jovem, vale investir na informalidade. 

Áreas com um nível elevado de risco, que dependem da confiança do consumidor, mas ainda são B2C, como o setor da saúde, devem apostar em uma linguagem mais formal e sóbria, sem com isso perder o didatismo, posto que fala a um público leigo. 

As empresas que oferecem serviços B2B, por outro lado, são mais livres para empregar termos técnicos em seu conteúdo, devido ao alto nível de especialização do consumidor. Um exemplo disso é a oferta de barraca de algodão doce para alugar em eventos. 

4 – Investimento em satisfação do cliente 

Fortalecimento digital, no longo prazo, está ligado à transparência e a confiabilidade que a audiência dedica àquela marca. 

Para construir uma boa reputação, as organizações devem solucionar problemas operacionais dos seus canais de suporte. 

Considerando que, especialmente nos serviços, a eficácia no atendimento é um elemento decisivo para a fidelização do cliente, aumentar sua satisfação é uma forma de estimular a publicidade orgânica, via recomendações, nutrindo a curva de crescimento da marca. 

5 – Compatibilidade com o perfil de consumidor

O fortalecimento digital é um processo idealizado pelo planejamento estratégico da empresa responsável. 

Nele, serão analisadas as condições de mercado e as necessidades do consumidor médio de um floral quântico para ansiedade, por exemplo. 

Para isso, é necessário colher dados demográficos sobre o público-alvo e sobre marcas concorrentes, a fim de identificar oportunidades e traçar uma jornada do cliente. 

O fortalecimento digital passa, portanto, pela calibração às expectativas da audiência. 

A fim de criar identificação, a marca deve manifestar os interesses, a estética e as preocupações do consumidor, servindo para ele como um espelho de si. 

Desta forma, se insere fatores intuitivos que aceleram uma decisão favorável em relação à compra. 

6 – Inovação tecnológica 

Uma marca fortalecida no cenário digital está em total harmonia com as ferramentas tecnológicas, investindo em novos produtos ou melhoria dos serviços já existentes. 

Em sua plataforma própria, atualizações que aprimorem a navegação devem ser frequentes.

A maturidade digital é um elemento essencial para garantir bons resultados nas campanhas de divulgação de lavagem e higienização de carros, posto que muitas delas exigem o conhecimento de estruturas como algoritmos, servidores, bancos de dados, layouts e APIs. 

Em termos práticos, quanto mais visível for o investimento na interface virtual, maior é o fortalecimento da marca diante do público, que passa a enxergá-la como uma especialista em sua área, com um nível de qualidade acima da média. 

7 – Qualidade no ciclo comercial 

Os ciclos comerciais se iniciam na produção da mercadoria, desde a extração de matéria-prima até a transição da indústria para lojas, e terminam com a entrega do produto finalizado ao cliente, em postos físicos de venda ou pela internet. 

A qualidade dos processos deve ser observada como um todo, posto que problemas em uma parte da cadeia produtiva afetam todo o resto. 

Contrate bons fornecedores, cuide da logística com atenção, automatize processos e qualifique o atendimento. 

O comércio virtual dedica grande ênfase ao feedback do usuário, com espaços de comentário e avaliação já na página de contratação de um pet sitter e dog walker Portanto, manter um bom histórico de vendas é essencial para fortalecer sua marca. 

8 – Posicionamento de mercado 

Mais relacionado aos stakeholders que não são clientes, a posição da empresa diante de profissionais, parceiros e investidores do mesmo setor afeta indiretamente o desempenho da organização no contexto digital. 

Deve haver uma compatibilidade entre o que é passado para os consumidores e o que é transmitido para os demais grupos de interesse em CNH especial para moto, a fim de evitar choques de informação que prejudiquem a credibilidade da marca. 

Invista parte dos esforços de marketing digital em marketing interno, uma boa opção são os blogs institucionais, que podem ser usados como porta-voz da assessoria de imprensa e apresentar conteúdo mais detalhado, voltado para esse tipo de audiência.

9 – Valor agregado 

O valor agregado é toda vantagem percebida pelo consumidor de uma marca, desde que seja independente do produto em si e de suas funções. 

Esses benefícios estão ligados às necessidades de ordem mental e social, podendo ser ligadas a vieses cognitivos. 

O fortalecimento digital é um resultado do aumento no valor agregado à marca, quando a audiência passa a visualizar sua empresa como prioridade de compra. 

Além dos efeitos evidentes em marketing, o valor agregado contribui com a margem de lucro na precificação.

Considerações finais

Sendo assim, o fortalecimento digital é um conceito importante na hora de compreender os fenômenos que afetam a decisão de compra. 

É a presença mais ativa e perceptível de uma marca nas plataformas da internet, alavancando resultados de marketing. 

Para conquistar esse efeito, é necessário mesclar qualidades objetivas, atreladas às especificações do produto, ao atendimento e entrega, à produção de conteúdo, junto a qualidades subjetivas, como o perfil da marca e seus princípios.  

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.