seg. nov 28th, 2022

Conheça mais detalhes sobre os acabamentos fosco, acetinado e semibrilho

Seja para uma reforma ou apenas a vontade de renovar a casa, a tinta de parede tem um papel muito importante neste momento. Isso porque as cores precisam ter o seu estilo, ao mesmo tempo, em que combinam com a decoração e criam um espaço aconchegante.

No entanto, você sabia que existem diferentes tipos de acabamento de tinta para parede? Confira quais são os principais e aproveite para usá-los na sua próxima atualização de cores da casa.

Quais acabamentos escolher?

Conheça abaixo os três tipos de acabamentos de tinta de parede mais utilizados e em que caso são recomendados.

Fosco

A tinta fosca é indicada para quem deseja a parede com aparência fosca. Disfarça muito bem as imperfeições e irregularidades, indicado para ambientes com iluminação difusa. 

Também é válida para usar no teto, por ter o mesmo efeito de ajudar a disfarçar pequenas imperfeições. Encontrado em várias cores, quando danificado pode apresentar riscos brancos principalmente em cores mais escuras.

Acetinado

Como já diz o próprio nome, a tinta tem o objetivo de dar aquele acabamento que lembra uma seda. Esse acabamento possui um leve brilho, é tido como o mais sofisticado e pode também ser usado em portas e rodapés, além das próprias paredes. Basicamente ao tocar a parede sua mão vai deslizar facilmente, como se estivesse pegando em um tecido delicado.

Como sua durabilidade é maior, o uso da tinta com acabamento acetinado é recomendado para ambientes com grande circulação de pessoas. Fácil de limpar, conta com várias opções de cores e variações de tons.

Semibrilho

O brilho acentuado é a principal característica das tintas semibrilho. Além disso, é resistente ao uso de produtos de limpeza, por isso é recomendada para banheiros, cozinhas e espaços nos quais você vai precisar lavar as paredes com frequência.

Além disso, também deixa as cores mais intensas e permite notar mais facilmente a intensidade da cor aplicada. É útil para paredes com poucas imperfeições, ambientes que recebem mais luminosidade direta e áreas externas.

O que mais considerar ao selecionar a tinta?

A cor e o acabamento não são os únicos detalhes importantes de se prestar atenção. Para garantir a pintura do jeito que você imaginou é preciso considerar outros detalhes, como:

Área a ser pintada

Para não desperdiçar tinta ou deixar que falte durante a pintura, faça o cálculo do quanto de tinta você vai precisar antes de comprá-la, para isso, é preciso medir as paredes com uma trena. Altura e largura devem ser calculadas. Depois é só multiplicar um valor pelo outro e você terá a área total.

Lembre-se de subtrair a medida da área de janelas e portas presentes nessas paredes. Em um exemplo simples, se a largura de uma parede é 5 metros e altura de 2 m, a área total seria de 5 x 2 = 10 m².

Há uma porta e uma janela no cômodo que totalizam 2 m² cada. Então, a área total a ser pintada é de 10 m² – 2 m² – 2 m² = 6 m². Compre tinta o suficiente para este espaço.

Outra questão importante é conferir quanto uma tinta rende antes comprar e considerar esse fator no cálculo.

Uso de pincel ou rolo

Você vai usar tanto o pincel quanto o rolo durante a pintura, a diferença está nas áreas específicas de cada um. O rolo permite pintar as paredes rapidamente, porém não consegue chegar bem próximo aos rodapés, ao teto e na emenda das paredes.

Nesses espaços entra a trincha, ela fará esses pequenos acabamentos. Agora, se você pretende usar as tintas para pintar um móvel, por exemplo, o pincel é muito mais prático do que o rolo.

Diluição da tinta

Respeite a quantidade de água descrita na embalagem. Por exemplo, se pedir 20% de água na diluição, a cada 10 partes de tinta você irá colocar 2 de água. Ou seja, em 1 litro de tinta seria preciso usar 200 ml de água.

Alguns tipos de tinta são prontos para uso, basta aplicar o produto nas paredes. Já outros tipos não devem ser aplicados puros, visto que a diluição correta vai ajudar a obter o acabamento e o rendimento desejados. Além disso, só dilua a tinta a ser utilizada, pois ela não pode retornar para a lata depois de misturada com água.