qua. abr 17th, 2024
Blood glucose test. Hands hold glucometer and measures sugar level by finger stick. Diabetes monitoring and analysis device vector concept. Illustration level of glucose, sugar test control

O diabetes é um problema sério. Pode levar a doenças cardíacas, derrame, diabetes tipo II e muito mais. E não é apenas um grande problema em países desenvolvidos como os Estados Unidos. Na verdade, o diabetes é a principal causa de morte em pessoas com mais de 60 anos em muitas partes do mundo. Mas existem maneiras de diminuir os níveis de açúcar no sangue com segurança e facilidade. E é isso que estamos aqui para ajudá-lo a aprender. 

O que é diabetes?

O diabetes é uma condição na qual o corpo não produz ou não usa adequadamente a insulina, o que leva a níveis elevados de açúcar no sangue.

Ela é comum entre pessoas com histórico familiar da doença e aquelas com sobrepeso ou obesidade. Também é mais prevalente entre pessoas que têm colesterol ou triglicerídeos elevados, inatividade física e têm mais de 40 anos.

O diabetes é uma doença crônica com risco de vida que pode causar sintomas como respiração ofegante, sede e perda de peso. A cura para o diabetes ainda não é conhecida, mas existem tratamentos disponíveis que podem ajudar a diminuir os níveis de açúcar no sangue.

Saiba maisSetembro Verde: depois de queda de até 30% na pandemia, transplantes são retomados com desafio da conscientização

O diabetes tipo 1 é uma condição autoimune que geralmente começa na infância, mas pode começar em qualquer idade. É causada pela falta de produção de insulina pelo pâncreas e geralmente requer injeções de insulina para tratamento.

Já a do tipo 2 é causada pela redução da produção de insulina do pâncreas ou pela redução da sensibilidade à insulina nas células do corpo. 

Para que serve a insulina?

A insulina é usada para ajudar as pessoas com diabetes a controlar seus níveis de açúcar no sangue. Ela pode ser administrada como uma injeção ou em injeções.

A insulina está disponível em uma variedade de doses, dependendo da condição para a qual será usada. O tipo mais comum de injeção de insulina é chamado de insulina basal (ou dose baixa). Normalmente é dada antes de dormir para que você possa ter acesso a ela durante todo o dia. Existem também vários tipos de injeções de insulina de alta dose (chamadas doses hiperglicêmicas ou mais altas) que podem ser administradas quando a fome ou outras condições exigem mais glicose do que as injeções regulares permitem. 

Saiba maisComo atitudes do cotidiano estão contribuindo para a epidemia de superbactérias

Quais as soluções para a diabetes?

Antes de iniciar qualquer passo na redução dos níveis de açúcar no sangue, certifique-se de entender as causas do diabetes. Isso ajudará você a entender melhor como tratar cada caso individual.

Você também pode usar essas informações para criar um plano de dieta personalizado que se adapte ao seu estilo de vida específico e histórico de saúde.

Há algumas ferramentas e técnicas usadas para gerenciar o diabetes a longo prazo. Isso inclui gerenciar os níveis de açúcar no sangue com dieta, exercícios e medicamentos. Também inclui exercícios projetados para melhorar o fluxo sanguíneo e reduzir o ganho de peso, além de mudanças no estilo de vida, como ter uma dieta saudável e evitar comportamentos com excesso de peso.

Há uma variedade de tratamentos para diabetes, e é importante que você discuta o que funcionará melhor com seu médico.

Saiba maisComo obter mais seguidores no Instagram

Caso você se encontre com diabetes do tipo 2, você também pode investir no picolinato de cromo, um suplemento indicado para o tratamento dessa doença.