seg. nov 28th, 2022

Localização e preço importam, mas não são os únicos fatores que devem ser levados em consideração. Qualidade e pontualidade nas entregas devem ser prioridades

Quem administra qualquer negócio do ramo de alimentos sabe que os fornecedores são peça-chave para entregar os melhores pratos para os clientes. Afinal, sem ingredientes, nem o melhor chef consegue cozinhar.  Escolher essas empresas, no entanto, pode ser um desafio, especialmente para quem é novo na área.

Muitos fatores importam na hora de definir com quem você vai contar para abastecer os estoques do seu restaurante. Um dos primeiros pontos que você deve considerar é o seu nicho de atuação. Há fornecedores específicos de produtos para hamburguerias e outros para estabelecimentos de alta gastronomia. 

Precisa escolher fornecedores ou está pensando em trocar o que te atende atualmente? Fizemos uma lista de fatores que você deve levar em consideração.

Não escolha apenas pelo preço

Essa dica é a primeira da lista porque é um dos erros mais comuns de quem tem um negócio na área. O valor que você vai pagar importa, claro, influencia nos seus lucros. Mas é importante lembrar que o barato pode sair caro e te fazer perder clientes. Busque um meio-termo entre preço e todos os outros fatores dessa lista.

Preze pela qualidade

A qualidade dos produtos que você serve no seu restaurante é um dos diferenciais que vai fazer os seus clientes voltarem. Portanto, é essencial para a manutenção do seu negócio. E isso vale para tudo: desde os ingredientes para as receitas até o sachê de ketchup que vai à mesa. É a sua reputação que está em jogo.

Verifique as práticas de higiene

As práticas de higiene são ainda mais importantes no setor de alimentos porque dizem respeito diretamente à saúde de quem vai consumi-los, ou seja, o seu cliente. Antes de contratar um fornecedor, pergunte quais são suas práticas de higiene, observando como ele manuseia e armazena os produtos que vai te entregar.

É essencial verificar se o fornecedor com o qual você pretende fechar negócio segue todas as normas da Vigilância Sanitária, pois esse cuidado pode evitar muitos problemas futuros.

Ouça a cozinha

As pessoas que manuseiam diretamente os alimentos, como o chef e sua equipe, sabem o que estão fazendo. Se elas reclamarem de algum fornecedor, preste atenção. Para que os pratos sejam deliciosos, a cozinha precisa ter bons ingredientes para manuseio.

Busque referências

Os fornecedores mais populares do mercado costumam ter motivos para isso. Converse com proprietários de outros restaurantes da sua região e peça indicações. 

A internet também pode te ajudar nessa etapa: vale perguntar sobre aquela possibilidade em grupos nas redes sociais e ler as avaliações positivas e negativas.

Considere a logística

A localização do seu fornecedor importa. Ele deve ficar próximo ou oferecer boas opções de entrega para o local onde fica o seu restaurante. Isso costuma influenciar no valor do frete, o que pode tornar mais interessante preferir fornecedores que fiquem próximos, mas nem sempre.

Converse sobre pontualidade e periodicidade

A pontualidade nas entregas e a periodicidade em que você precisará dos produtos é fundamental para o bom funcionamento do seu restaurante. Portanto, antes de fechar qualquer negócio, é importante deixar claro as suas necessidades e verificar se o fornecedor tem condições de atendê-las.

Escolha um serviço personalizado

Seu negócio deve ter características únicas para se destacar em um mercado tão concorrido. Portanto, é interessante que o seu fornecedor ofereça opções personalizadas para as suas necessidades específicas. 

Se a empresa que você pretende contratar oferece uma espécie de consultoria para te ajudar a definir o que você precisa, quando e quanto, encare esse como um ponto positivo a ser levado em conta na hora da sua escolha.