ter. abr 23rd, 2024

Conheça hábitos para preservar o bem-estar da pele e técnicas para uniformizá-lá em caso de hiperpigmentação

Um dos maiores receios de quem realiza skincare com frequência e está sempre cuidando da pele é a hiperpigmentação. Sua ocorrência, que desencadeia diferentes tonalidades na pele em diversas partes do corpo, contribui para o surgimento de manchas, algo que causa incômodo e pode atacar a autoestima de qualquer um.

Por isso, compreender o problema e como cuidar dele é importante para manter a pele sempre protegida e bem cuidada. A aplicação de gel clareador é uma ótima maneira de se livrar das manchas, mas a rotina de skincare também pode incluir outros cuidados para uniformizá-la. 

O que é?

Para saber os melhores cuidados para evitar a hiperpigmentação, primeiro é importante entender o que ela é. Esse é o nome que se dá para o aumento da produção de melanina no corpo, que é uma proteína presente na pele e que dá cor ao tecido cutâneo. 

Saiba maisDesvendando a hidratação saudável: quantos litros de água por dia são necessários?

Quando ocorre esse aumento, há o escurecimento no tom da pele, ou ainda em uma pequena parte dela, podendo variar desde uma pinta até partes maiores. Assim, acaba-se causando manchas que são perceptíveis após o bronzeamento no banho de sol, por exemplo.

Os motivos que causam a hiperpigmentação são bem variados. Exposição solar sem a devida proteção é uma das causas mais comuns, mas também problemas hormonais, como o indivíduo ter resistência à insulina, pode fazer com que haja o escurecimento da pele.

A hiperpigmentação também pode ser fruto do uso de medicações e até alguns cosméticos, assim como algum trauma na pele. Geralmente, essas manchas acometem regiões como axilas, pescoço e parte interna da coxa.

Como evitar as manchas na pele?

Para evitar o surgimento de manchas na pele, é importante que a pessoa inclua em sua rotina a adoção de vários cuidados. Para manter a uniformização, uma das dicas mais recomendadas é evitar cutucar cravos e espinhas. 

Saiba maisComo fazer meditação para dormir rápido?

Muita gente acredita que isso é uma forma de acelerar o processo de desinflamação, com a liberação da secreção, mas o resultado obtido é o oposto. Ao estourá-las, bactérias entram na pele, fazendo com que ela se cicatrize com manchas e textura irregular.

O uso de ácidos na pele também é uma alternativa, sendo inclusive uma opção favorável para diversos tratamentos. No entanto, a sua aplicação requer atenção redobrada, uma vez que sua presença contribui para a ação dos raios UV e a sensibilidade da pele. O ideal é que, após aplicar o ácido em sua rotina noturna, a pessoa faça a higienização da pele para retirá-lo por completo.

Agora, se o objetivo é acelerar o clareamento, a melhor solução é fazer uma esfoliação. Esse processo ajuda a eliminar as células mortas presentes na superfície da pele, favorecendo que a camada de hiperpigmentação seja removida, ao mesmo tempo que abre espaço para células mais saudáveis e uniformes.

Como uniformizar o tom da pele?

Quando o objetivo é uniformizar a pele, o principal cuidado que as pessoas devem adotar é protegê-la da exposição solar. O uso diário de protetor que tenha FPS 30, pelo menos, é o primeiro passo, com ele sendo aplicado em todas as áreas descobertas do corpo, como rosto, braços, pernas e no colo. Se for um dia que a pessoa irá tomar sol, ela deve aplicá-lo também nas demais áreas do corpo.

Saiba maisO poder do ômega 3 para uma dieta mais equilibrada

Inclusive, nessas ocasiões, também recomenda-se utilizar roupas e acessórios que tenham fator de proteção contra os raios UV. Isso irá garantir mais proteção para a pele, protegendo não apenas da hiperpigmentação, mas também de outros problemas

Além da proteção, a uniformização também pode ser feita utilizando dermocosméticos próprios para essa finalidade. Em sua composição, eles possuem vários ativos que favorecem a despigmentação e a uniformização.

Um dos mais chamativos entre eles é a vitamina C, que tem ação antioxidante e que, além de clarear as manchas e uniformizar a pele, também se destaca por reduzir os sinais de fotoenvelhecimento, como rugas e linhas de expressão.